Follow by Email

sábado, 9 de novembro de 2013

Suco Rosa (Beterraba e laranja) , Veja os benefícios

07/11/2013 12h00 - Atualizado em

Suco rosa: estudo diz que melhora
em até 10% o desempenho físico

Mistura de laranja com beterraba é rica no nutriente óxido nítrico e em
vitamina C. Bebida também pode ajudar na recuperação dos músculos

Por Rio de Janeiro
13 comentários
Suco rosa euatleta (Foto: Getty Images)Suco rosa melhora o desempenho físico em até
10%, informa estudo (Foto: Agêncoa Getty Images)
Mulheres que adoram fazer dieta em busca do corpo ideal, vivem adotando novas receitas em seus cardápios. Isso porque se encontra a necessidade de renovar os sabores e os benefícios dos alimentos. Não basta apenas o alimento ser nutritivo e pouco calórico, ele precisa também ter outras vantagens, como ajudar a desintoxicar o organismo, acelerar o metabolismo, entre outras funções. O suco verde virou uma febre quando foi lançado, sendo adotado por mulheres em todo o mundo e que faz parte até hoje do cardápio da maioria delas. Agora é a vez de o suco rosa estar em alta. É a mistura basicamente de laranja com beterraba crua, onde ganhou destaque após a publicação de um estudo do professor Andy Jones, no “Journal of Applied Physiology”. Esse estudo mostra que o suco rosa melhora em até 10% o desempenho físico, além de ajudar na recuperação dos músculos.
Você sabe o que são 200 calorias? Descubra e faça as suas escolhas alimentares
Lançado na Europa, o suco rosa traz muitos benefícios a saúde, também sendo destaque entre as pessoas que buscam a boa forma. A beterraba é uma grande fonte do nutriente do óxido nítrico, que promove a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando a captura de nutrientes pelo corpo. Além disso, a mistura da beterraba com a laranja, fruta rica em vitamina C, combatem os radicais livres produzidos durante a prática do exercício físico.
O suco rosa pode ajudar, mas não faz milagre. É preciso ter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios para obter bons resultados"
Natalia de Oliveira
O suco traz muitos benefícios, porém não é milagroso. A maioria das pessoas, muitas vezes, buscam maneiras mágicas achando que vão resolver todos os seus problemas. Não basta tomar o suco apenas uma vez, como também não adianta tomar suco rosa todos os dias se o seu almoço for um fast food.
O hábito de ingerir o suco deve estar dentro de um contexto de alimentação saudável e rotina de exercícios. Não há contra indicações ou cuidados especiais para tomar o suco rosa. O pico do óxido nítrico no corpo acontece cerca de três a quatro horas após a ingestão do suco. O ideal é consumi-lo tanto antes como depois dos treinos.
No entanto, ele pode ser consumido em qualquer horário do dia. Quando tomado até duas horas antes do exercício físico, melhora o aporte de oxigênio e nutrientes nas células musculares, melhorando o desempenho. Quando tomado depois, melhora a recuperação muscular, no aumento de massa muscular e na diminuição da fadiga.
Apesar de um gosto doce, o suco rosa possui um teor muito baixo de calorias. As fibras presentes na beterraba devem ser ingeridas cruas, pois o cozimento tende a diminuir tanto o número de fibras presentes, quanto de outros nutrientes, além de aumentar a concentração do açúcar natural da beterraba.
mulher bebendo suco rosa euatleta (Foto: Getty Images)O suco rosa possui um teor muito baixo de calorias e ajuda na recuperação muscular (Foto: Getty Images)
Diabéticos devem ter cuidado com a bebida, pois tanto a laranja quanto a beterraba possuem muito açúcar natural. Consulte um profissional antes do seu consumo. Uma boa opção para diabéticos, é utilizar chia ou linhaça no suco para diminuir a absorção do açúcar.
É possível ter os mesmos benefícios do suco rosa com outras misturas, combinando frutas ricas em vitamina C com outros alimentos fontes de óxido nítrico tais como: melancia, nozes, carnes vermelhas, salmão, espinafre, couve, soja entre outros alimentos que dão embaixo da terra.
De uma forma geral, esses alimentos absorvem muito óxido nítrico. No entanto, existem várias maneiras de combinar legumes e frutas, não é preciso apenas optar por um tipo de suco. O suco rosa pode ajudar, mas não faz milagre. É preciso ter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios para obter bons resultados.
* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

DIA 14 DE ABRIL DE 2013.
CORRIDA PEDESTRE COMANDANTE JOÃO RIBEIRO DE BARROS 8 KM
JAÚ SP.

Corrida organizada pelo Sr. Dorival Canossa , um guerreiro do interior paulista para organizar corridas.
Infelizmente ele não tem muita ajuda da prefeitura de Jaú para realização das corridas.
Mesmo assim tem premiação por categoria.
Parabéns Sr. Dorival Canossa, sempre estaremos em Jaú .




sábado, 30 de março de 2013

ÓTIMA MATÉRIA, VALE A PENA LER!!! TREINAMENTO FARTLEK.

// Treinamento //
Quatro tipos de Fartlek, para ganhar velocidade
Edição 229 - OUTUBRO 2012 - MARCELO AUGUSTI
Brincar de correr. Foi assim que, na década de 1930, o sueco Gosta Olander desenvolveu um método interessante para o treinamento dos corredores de longa distância: o fartlek.

Publicidade


Esse tipo de treinamento, em sua origem, era realizado em meio aos bosques e trilhas nas florestas da região de Volondalen, na Suécia. Nele, os corredores deveriam ora acelerar, ora reduzir o ritmo de suas corridas, em um verdadeiro "jogo de velocidade". Os percursos eram sempre variados, com aclives e declives e outros obstáculos naturais e o próprio corredor definia o ritmo das acelerações, dos trotes e das distâncias a serem percorridas.

O objetivo do fartlek, além da quebra da monotonia do treinamento, era trabalhar o ritmo e a velocidade do corredor, conforme as suas disposições do momento. Tratava-se de um treino duro, porém, agradável e eficiente.

Da Suécia para o mundo, o fartlek já foi empregado por renomados treinadores e corredores de alto rendimento, que dele souberam tirar o melhor, explorando suas possibilidades e diversificando seus modos de aplicação.

O fartlek, pelas suas características - uma corrida em ritmo variado - pode ser utilizado por corredores de diversos níveis de capacidade atlética, desde as primeiras semanas da preparação. Atualmente, encontramos inúmeros corredores utilizando-se desse método de treinamento, embora com variações significativas em relação às suas origens.



QUATRO TIPOS. Com o advento da ciência do treinamento desportivo, foram desenvolvidas novas configurações para o fartlek. Apresentamos a seguir quatro tipos de fartleks oriundos dessas novas tendências, com as devidas considerações e exemplos práticos:

Fartlek tradicional ou livre. O corredor decide em que ritmo irá correr, quais as distâncias e/ou duração do estímulo e o tipo de terreno (de preferência, com muitas variações, ou seja, grama, terra, asfalto, areia, aclives, declives, planos etc.), tudo de acordo com a sua disposição do momento.

Fartlek orientado. As variações de distância e ritmo são definidas pelo treinador. Exemplo: 2 km corrida lenta + 3 a 4 séries de 1000 m x 800 m x 600 m x 400 m x 200 m, em ritmo acelerado, intercaladas com 400 m de corrida lenta + 2 km de corrida lenta.

Fartlek especial. Há uma combinação de corridas de diferentes distâncias e ritmos, com exercícios especiais (saltos, educativos etc.). Exemplo: 3 km corrida lenta + exercícios educativos intercalados com 50 m de corrida lenta + sequência de saltos intercalados com 50-100 m de corrida lenta + acelerações de 100-200 m intercaladas com 50-100 m de corrida lenta + acelerações de 400-800 m intercaladas com 200 m corrida lenta + exercícios para resistência de força muscular intercalados com 50-100 m de corrida lenta + acelerações de 1000-2000 m intercaladas com 400-800 m corrida lenta + 3 km corrida lenta.

Fartlek líder. Através da formação de grupos de corredores do mesmo nível de condicionamento, onde um deles será o responsável pelas acelerações intermediárias, sendo que os demais deverão ultrapassá-lo em determinados momentos. O treinador ou o líder deverá orientar em relação às distâncias utilizadas ou a duração do estímulo e aos momentos de aceleração. O objetivo do trabalho é condicionar os corredores às acelerações intermediárias que ocorrem durante as competições esportivas. Exemplo: 2 km corrida lenta + 12 km intercalando 400-800 m de corrida acelerada com simulações táticas intercaladas com 200-400 m de corrida recuperativa + 2 km corrida lenta. Uma variação deste tipo é simplesmente haver uma alternância de liderança, a cada determinada distância percorrida ou tempo, com cada líder estabelecendo sua corrida, que deve ser seguida pelos demais.

O fartlek, conforme a sua orientação, pode ser realizado em pista de atletismo, em trilhas pelos campos e bosques e em terrenos variados, sendo os percursos em meio à natureza aqueles que oferecem maiores atrativos aos corredores. Além de distâncias, o corredor também poderá utilizar-se da duração do esforço. Por exemplo: 1 minuto acelerado x 2 minutos trote; 2 acelerado x 1 trote; 3 acelerado x 2 trote.

Para facilitar, uma opção é definir no cronômetro do relógio que dê um alarme a cada 2 ou 3 minutos, e quando isso acontecer se faz um tiro até o próximo sinal, quando então se descansa trotando ou mesmo andando, esperando o novo sinal para novo arranque.

Como é um treino mais descontraído, não se sente tanto o desgaste e ele acaba assegurando a manutenção de um volume adequado de rodagem, além de proporcionar meios para o aperfeiçoamento da velocidade e ritmo de corrida. Dessa forma, treina-se a velocidade, porém com quilometragem.

Em sua versão livre, o fartlek parece mesmo uma brincadeira. Entretanto, se empregado com critério e em momentos oportunos, terá a sua eficiência comprovada na preparação de corredores de qualquer nível competitivo.
 
FONTE: REVISTA CONTRA-RELÓGIO.

terça-feira, 26 de março de 2013

Corrida Rio Claro V+ Saúde 2013.

Mais uma vez em Rio Claro, belíssima cidade com um percurso plano Ufa, enfim um circuito plano.
Conformo me informei antes a chuva realmente caiu na hora da prova.
Eu estava sem treino essa semana mas acho que fiz um bom tempo 00:21:45 para os 5 km.
Como sempre estiveram presentes meu filho João Gabriel Tubini meu sobrinho Edoardo e o Xande que também participou da corrida.
Em Agosto tem a segunda etapa e estaremos lá.
Seguem algumas fotos do evento. E como sempre o Sr. Osmir (www.correreblogar.blogspot.com.br)
esteve presente com muuuuitas fotos uma pena o grande amigo Paulo Moraes Ozaki (www.correcoracao.blogspot.com.br) não esteve presente mas está perdoado porque ele estava na cidade de Araras correndo.
Grande abraço.





terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Terceira Corrida Solidária Bom Dia 94 FM BAURU

Caros amigos corredores e não corredores.
Estivemos presente na cidade de Bauru no último domingo dia 24 de Fevereiro de 2013 para participar da Terceira Corrida Solidária Bom Dia 94 FM .
Foi uma prova interessante por se tratar de ser realizada numa cidade que eu ainda não tinha visitado.
10 KM 2 voltas por um percurso na Avenida Nações Unidas.
Enfim, foi um dia agradável na companhia do Xande que vem desenvolvendo ótimos tempos, do meu filho fotógrafo João Gabriel e do meu sobrinho Edoardo.
A próxima será na já conhecida Corta Mato na Esalq dia 03 de Março de 2013 e depois na cidade de Monte Mor 6 KM no dia 17 de Março de 2013 e depois em Rio Claro na ótima Corrida Rio Claro V + Saúde.
Quero fazer aqui um agradecimento muito especial ao proprietário e professor da Academia Fsports de São Pedro www.fsports.com.br pelo apoio e para Professora de Educação Física da Prefeitura Municipal de São Pedro Magui Panhoça pelos treinamentos e dicas.
Por enquanto é isso. Logo estarei publicando meu calendário com as futuras provas e as que já participei.
Lembre-se:
FÉ FOCO FORÇA CORAGEM CORAÇÃO.










domingo, 17 de fevereiro de 2013

29 VOLTA PEDESTRE DE ITU 16/02/2013.

Olá amigos. Boa Tarde.
Ontem estive na bela cidade de Itu participando dessa tradicional corrida do Estado de São Paulo.
Foi uma nova experiência pra mim, pois acordei 04:00 hs da manhã fui trabalhar até as 15:00 hs e depois viajei para Itu.
Fiz isso porque gosto muito do esporte senão realmente não teria feito.
O resultando foi um desgaste fora do normal para uma prova de 10 km, tinha subidas na corrida mas isso não justifica pois já encarei provas com altimetrias bem mais difíceis.
Meu tempo foi de 00:52:55, nos primeiros 5 km meu pace foi de 00:04:30, mas na segunda parte da corrida  as pernas pesaram mais de 1 tonelada.
Mas o mais importante foi concretizado que é primeiro terminar a corrida e depois encontrar amigos que fiz nesse pouco tempo no esporte. Entre eles, Xande, Preté, Paulo (CorreCoração), Sr. Osmir (Correreblogar), Marilson Gomes dos Santos hehehehe e os donos do simpático barzinho BARISLY.
Semana que vem estaremos na cidade de Bauru para mais uma corrida de 10 km.
Abraço aos amigos e seguem as fotos.








sábado, 9 de fevereiro de 2013

CORRIDA CORTA MATA ESALQ/USP PIRACICABA 03/02/2013.

Todo primeiro Domingo do mês acontece a corrida Corta Mato, dentro da Esalq/USP em Piracicaba SP. Pleno Domingão antes das 8 já estavamos lá. FÉ E FOCO SEMPRE. Não existe evolução sem esforço.

Valeu Sr. Osmir, Paulo, Adelino, Xande e meu primo Rogério e a todos que participaram.